IASD

A Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) é uma igreja cristã e uma comunidade de fé tendo as suas crenças fundamentais baseadas na bíblia. Saiba mais sobre as crenças fundamentais da IASD através da sua Declaração Oficial de Crenças.
 
Se quiser conhecer ou aprofundar os seus conhecimentos sobre a bíblia nas suas variadas temáticas ou compreender os desafios da sociedade contemporânea, através de uma perspetiva cristã da vida, estaremos disponíveis para estudar ou conversar consigo na rede Novo Tempo Portugal.
 
Novo Tempo Portugal

Projecto | Igreja Viva

1| A Igreja Viva é um roteiro que tem como objetivo o desenvolvimento integral e harmonioso da igreja em 4 áreas: Espiritualidade; Adoração; Missão e Relacionamentos. É uma proposta de discipulado intencional que procura sistematizar os projetos e iniciativas dos diversos departamentos e ministérios da igreja. É uma oportunidade espiritual para o crescimento comunitário e individual construindo Comunidades Amigas.
 
2| A Igreja Viva é relevante para todas as faixas etárias. A compreensão das gerações e de tudo aquilo que desperta o seu interesse é essencial para desenvolver metodologias e ferramentas que permitam alcançar a todos, sendo mais abrangentes na Missão.
 
3| Este é um roteiro transversal a qualquer plano, contexto ou comunidade, servindo como um estimulo de ignição espiritual, considerando diferentes cenários e projetos.
 
4| Na sua matriz espiritual, mais do que o edifício, a igreja é um organismo vivo no sentido em que todos os seus integrantes crescem e desenvolvem-se à semelhança de Cristo (Efésios 4:11 a 13). No corpo de Cristo todos os orgãos e partes do corpo trabalham em rede procurando a sua unidade e edificação. (I Coríntios 12:12-27).
 
5| Baseado neste versículo, a conceptualização do roteiro foi realizado em rede através da interação de vários Departamentos da Igreja Nacional, dando o mote e procurando uma inspiração de cooperação para os diferentes níveis da comunidade local.
 
6| O apóstolo São Pedro, afirma que somos pedras vivas, alicerçadas na Pedra viva que é Jesus (I Pedro 2:4-5), chamados para ser sacerdócio santo, oferecendo sacrifícios espirituais agradáveis a Deus. Chamados ao sacerdócio, na igreja viva nenhum discípulo deve deixar de se congregar. (Hebreus 10:25)
 
“A igreja toda, actuando como um só, ligada em perfeita união, deve ser uma viva, ativa agência missionária, estimulada e dirigida pelo Espírito Santo.” – Ellen G. White, The Review and Herald, 29 de abril de 1909, in Nos Lugares Celestiais, p. 314, ed. P. SerVir.
 
Na Igreja Viva, os discípulos trabalham em rede através de um modelo cooperativo, optimizam e consolidam os recursos propostos neste roteiro, considerando os seus contextos. Uma igreja viva é a fórmula de Deus para que os discípulos permaneçam activos. Viva esta experiência de Reavivamento!